sábado, 31 de dezembro de 2011

RESILIENTE

Às vezes temos de parar de correr, olhar para aquilo que nos persegue e enfrentar.


RESILIENTE

Yvis Rissi Tomazini

- Ei. De que vale tanta força, se é você quem tende a se ferir?



Um homem resiliente vale mais que mil guerreiros.
Sorri sarcástico perante um ácido amanhã.
Cicatrizado, sujo e de coração partido!
Porém, leve e verdadeiro, cada vez caleja mais seu limite derradeiro.

Teimoso, cambaleante e um tanto maltrapilho!
Mas não se importa... O importante é, de pé, caçoar de seu destino.
Estralando seu pescoço, bocejando, ou fazendo tipo.
Ainda estar por lá para, audacioso, fazer isso.

Um homem resiliente é dono do seu caminho.
Não tem medo de errar. Quer errar e se perder!
Quer vislumbrar aquela outra realidade, nem que seja um pouquinho...
Saber como teria sido, se tivesse acontecido.

Meneia solenemente perante o inferno desabrochado.
Pode fazer isso. Aguenta. Raro o caso de sujeito mais abusado.
Gargalha ridiculamente perante o trovão superado. Já desafinado.
Debocha firme e ferido daquilo que se chama trágico.

Não que seu coração não sangre. Sangra, sim, e sangra muito.
Mas, resiliente que ele só, sabe que passa. Sabe que não é tudo.
Jamais atrás de um escudo. De peito aberto fronte a espada.
Toma a surra, se levanta, bate o pó e volta esnobe a valsa.

2012? Que venha!
@Yvis_Tomazini